Pular para o conteúdo principal

Depois de muitos dias que não tinham fim e de um ano muito corrido as férias chegaram, e enfim podemos descansar, 330 dias no ano na espera desses 35 dias de descanso, de paz e tranquilidade, mas onde está essa tranquilidade? Dentro da minha cabeça é claro, pois eu poderia ter o ano inteiro de férias más não estar em paz dentro de mim.

Você já se sentiu assim? Como se sua vida estivesse sendo roubada de você? Sem menos perceber você está vivendo no automático, dizendo eu te amo sem pensar, cumprimentando no automático, perguntando: -E como você está tudo bem? Mas sem tempo pra ouvir, ou apenas sem vontade.

Será que é assim com todos ou apenas eu tenho me sentido sozinha dessa forma. Não tenho como descobrir o que os outros estão pensando, mas posso refletir sobre a minha situação, nem tudo pode ser concertado, mas será que eu comecei a me sentir assim quando? Esse ano? Ou a uns 4 anos atrás.

Parece que os dias assim, sempre foram assim, mas eu sei que não, quando vou relembrando e pensando em alguns dias de alegria e de comemorações sei que nem sempre foi assim, alguns beijos demorados, e alguns abraços apertados que faziam o tempo parar tranquilamente, eu não sabia como isso podia se perder tão rápido.

Aqueles sorrisos fáceis eu consigo recordar por fotos, mas pareço uma pessoa completamente diferente, fico observando essas imagens do meu passado, mas simplesmente não sou eu, sei que já fui essa pessoa, mas não se parece mais comigo.

Comentários

  1. O tempo passa e nós passamos com ele, nunca voltamos a ser o que éramos e nunca seremos o que somos agora, a mudança apesar de nem sempre bem vista, é constante e inevitável, mas não quer dizer que seja ruim...

    Lindas palavras, te amoooo!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Noites de Sexta...

Podem ser as melhores da sua vida ou as piores.  Em uma noite de sexta você pode fazer tudo o que quiser mas, não significa que dará tudo certo, se for boa você vera um filme bom ou uma série ótima da qual você vai dar boas gargalhadas ou suspirar com o ator principal, vai chamar suas amigas ou bem sua amiga e vão ficar até tarde tomando refrigerante com energético e falando coisas nada a ver até cansarem e dormirem em posições nunca antes ditas. Uma noite de sexta pode ser muito tediosa, daquelas que você mataria pra ter um pote sorvete e um lugar pra ir, pode ser um daqueles dias em que, se você não fizer nada o resto do final de semana será uma droga. Uma noite de sexta pode ser um dia de receber presentes inesperados porque estes presentes dirão se seu marido se dará bem o resto do final de semana. Noites de sexta podem ser cheias de pessoas, mas você pode se sentir sozinha no meio delas, as noites de sexta realmente deveriam ser aproveitadas como algo de real valor

Uma noite sozinha

Quantas pessoas já aproveitaram uma noite a sós. Com certeza você aproveitou uma, daquelas em que todos saem e você pensa nossa não tem ninguém que eu possa convidar nem nenhum lugar pra ir, então você se sente em um universo diferente onde pode comer a comida que quiser o quanto quiser, ver o filme que quiser, jogar RPG, escrever, fazer literalmente aquilo que você nem sabia que ainda podia fazer. Então uma ansiedade começa a se formar na boca do seu estomago e você vê um milhão de possibilidades faz tudo aquilo que queria fazer e ver e comer e então você pensa...   Eu fiz tudo isso, mas algo está faltando...   Aquela pessoa que devia estar está aqui não está!   E você não consegue comer toda a comida, o jogo cansa porque você não tem um grupo bom de RPG, e a série favorita não faz sentido se assistida sem alguém pra com partilhar... Então começa a brotar uma dor no coração e acho que isso é muito mais incrível do que a sensação de poder fazer tudo o que quiser, po